Várias vítimas são analfabetas e moradoras da zona rural.

Polícia apreende dezenas de documentos de aposentados que eram usados em fraudes (Foto: Ascom/PC)

Operação "Lobo Mau" investiga uso de documentos de aposentados para emissão ilegal de empréstimos consignados. Várias vítimas são analfabetas e moradoras da zona rural.

O dono de uma empresa correspondente bancária, que realiza empréstimos, foi detido na noite desta quinta-feira (4), em Breves, na Ilha do Marajó, durante a operação “Lobo Mau”, que investiga uma quadrilha que usava documentos de aposentados para aplicar golpes de estelionato.

 

Segundo as investigações, o bando usava os dados de idosos para solicitar ilegalmente empréstimos consignados, que eram descontados da aposentadoria das vítimas. Em alguns casos, eram emitidos até quatro empréstimos no nome de uma mesma pessoa. Havia diversos contratos celebrados por aposentados analfabetos que residiam em localidades na zona rural de Breves.

 

Proprietário da empresa correspondente bancária alvo da operação, foi detido e encaminhado para prestar depoimento na polícia. Após ser ouvido pelos investigadores, ele foi liberado.

 

Nesta quinta-feira (4), a equipe de policiais civis da Superintendência Regional do Marajó Ocidental encontrou dezenas de documentos pessoais de aposentados, cartões de créditos e respectivas senhas, além de muitos contratos celebrados por pessoas analfabetas em que constavam somente as firmas a rogo dos contratantes e/ou somente as digitais deles. Segundo o delegado da Polícia Civil Arthur Carlos Júnior, que comanda a ação, diversos documentos foram incinercados pelos suspeitos.

 

As investigações foram iniciadas há meses após os registros de boletins de ocorrência sobre o crime supostamente praticado por representantes da empresa. Segundo o delegado, as investigações continuarão. Os computadores foram remetidos ao Centro de Perícias Científicas Renato Chaves em Belém e as documentações apreendidas passarão por análises da equipe de analistas.

O Itaú Unibanco informou em nota, que divulga em todos os seus canais dicas de segurança para que os clientes não sofram golpes. A instituição afirma ainda que está à disposição das autoridades para quaisquer esclarecimentos.

(Foto: Ascom/PC)

https://g1.globo.com/pa/para/noticia/dono-de-agencia-de-emprestimos...

Exibições: 292

Comentar

Você precisa ser um membro de Corresponda para adicionar comentários!

Entrar em Corresponda

Mensagens de blog

Crédito deve ter primeiro aumento real no Brasil

Postado por ANEPS em 17 janeiro 2018 às 13:30 0 Comentários

A mensagem otimista serve de alerta para os correspondentes no país

O ano começou com boas perspectivas para as Empresas Promotoras de Crédito e Correspondentes no País, de acordo com o jornal Valor Econômico: “O…

Continuar

Empresário João Neto, à frente hoje de 14 empresas, é um realizador de sonhos

Postado por Corresponda em 17 janeiro 2018 às 9:08 0 Comentários

João Neto está à frente de 14 empresas, entre elas a Fontes Promotora de Crédito. Sua história é cheia de reviravoltas - Daniel Queiroz/ND

João Neto, 34 anos, é sócio- proprietário do Grupo Fontes que, além de uma…

Continuar

© 2018   Criado por Modera.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço